O que é um quebra-cabeça?

O Puzzle ou Puzzle, começou como um jogo de tabuleiro que nos desafiava a colocar de forma coordenada as peças de uma figura que se divide em peças. O objetivo é que a pessoa coloque as peças que possuem os fragmentos da figura e as coloque de forma adequada, para que fique completamente estruturada.

Basicamente é um jogo de agilidade mental, cuja finalidade é recompor uma imagem colocando as peças no lugar correto até conseguir recriar aquela figura que antes estava dividida em várias peças.

Este jogo tem estado presente ao longo dos anos e ainda se posiciona como um dos preferidos, tanto para crianças como para adultos. Alguns psicólogos até o recomendam para fortalecer o sistema direito do cérebro.

História de quebra-cabeça

O quebra-cabeça mais antigo conhecido é o chamado Estômago ou Lóculo, inventado por Arquimedes. Era um quebra-cabeça geométrico, que só pôde ser concluído em 2003, com o auxílio de um computador.

No entanto, o nascimento do quebra-cabeça moderno, segundo a versão mais aceita, ocorreu quando um marceneiro e cartógrafo londrino, John Spilsbury, em 1760 teve a ideia de selecionar os mapas em peças para fazer ensinar geografia com mais facilidade.

A ideia que ele teve era muito original. Ele pegou um mapa da Europa, prendeu-o a uma fina folha de madeira e, com uma serra, cortou os países em pedaços separados, usando suas fronteiras como padrão. Assim, quando se uniram, o continente se formou novamente. Sua ideia fez tanto sucesso que ele teve que fabricá-los para vendê-los, sempre por motivos geográficos.

A ideia comum é que um quebra-cabeça é um jogo de tabuleiro que possui peças feitas de papelão, plástico ou madeira. Essas peças são cortadas ou perfuradas de uma certa maneira, para que se encaixem, desde que sejam colocadas da maneira correta. Os quebra-cabeças geralmente são comercializados em embalagens que contêm a imagem dos mesmos, como guia.

Quebra-cabeças para crianças

No ano de 1880, os fabricantes Milton e McLaughlin Bradley inventaram um quebra-cabeça infantil chamado "Locomotiva despedaçada", mais complexo e com maior número de peças.

Era uma litografia de uma máquina a vapor, colada em papelão, dividida em pedaços, que as crianças tinham que montar novamente.

Quebra-cabeças para adultos

Los rompecabezas para adultos vivieron su máximo esplendor en la década de los años 1920 y 1930, cuando comenzaron a ser fabricados en masa por las empresas Chad Valley and Victory, en Gran Bretaña y Einson-Freeman y Viking, en Estados Unidos. Eles tinham representações pictóricas famosas, paisagens, animais e pessoas.

Da mesma forma, a substituição da madeira pelo papelão reduziu muito seu custo e, de repente, estavam ao alcance econômico de todos. Uma nova técnica de corte permitiu a produção de mais peças e uma dimensão que permitiu que as peças se encaixassem, tornando o jogo mais divertido.

Los rompecabezas para adultos, del tipo artístico, al contrario de los que eran para niños, no contenían una imagen de guía para el que los armaba, quien tenía como referencia únicamente el título del empaque para ponerse a armar el quebra-cabeça. Mas justamente isso deu um apelo maior ao jogo, descobrindo a imagem formada passo a passo.

Classificação de quebra-cabeças

Os quebra-cabeças são classificados nas categorias que explicamos abaixo:

Jogos de palavras e enigmas

É o caso dos enigmas, que também são quebra-cabeças, mas apenas mentais.

Jogos de matemática e lógica

Foram feitos para forçar o participante a pensar e realizar operações aritméticas

Jogos físicos e mecânicos

Nesta classificação encontramos as bolsas que têm bolsos ocultos, as peças de madeira que se encaixam em forma de cruz, os labirintos a serem resolvidos a lápis e até o cubo de Rubik. Nesta categoria também está o que normalmente conhecemos como quebra-cabeça ou quebra-cabeça.

Importância dos quebra-cabeças

Os quebra-cabeças são importantes porque ajudam a aumentar a capacidade de reação, a resolver situações difíceis do dia a dia e a aumentar a capacidade de pensar. Mas, com o tempo, os quebra-cabeças chegaram ao mundo dos videogames. Com algumas modificações de sua ideia original, eles deram origem a um gênero que inclui Tetris e Dr. Mario.

Até hoje, o gênero de quebra-cabeça dos videogames continua muito popular, embora sua imagem de jogo atraente tenha sofrido desgaste, devido ao número de nomes que quiseram representá-lo. Isso ocorre, principalmente, nas chamadas plataformas móveis, como smartphones e tablets.

Os quebra-cabeças são particularmente fáceis de desenvolver nesses dispositivos e têm um desempenho melhor do que os jogos do gênero ação, RPG ou simulação de corrida, por exemplo. Como estamos em uma época em que o comportamento tende ao sucesso instantâneo, o quebra-cabeça parece ser uma boa opção.

Os videogames de quebra-cabeça não são muito parecidos com uma imagem desmoronando, ou pelo menos não é um requisito essencial, nem um elemento característico desse gênero, que também é chamado de jogos de quebra-cabeça, lógica ou inteligência, exigindo a participante tenha grande agilidade mental e, às vezes, habilidade motora, para poder seguir em frente.

Entre os diferentes tipos de desafios que um jogo de quebra-cabeça virtual pode conter, podemos encontrar problemas de lógica e matemática, além de atividades que exigem reconhecimento de padrões.

Jogos e quebra-cabeças foram criados para desafiar a inteligência de crianças e adultos. Uma das atrações dos quebra-cabeças é que eles não podem ser facilmente conquistados. Vários deles são muito complexos e difíceis até mesmo para um adulto tentar resolver.

Os fãs precisam encontrar jogos de quebra-cabeça que se adequem ao seu tipo de personalidade. Alguns quebra-cabeças podem despertar seu interesse, enquanto outros podem aborrecê-los ou frustrá-los. Hoje é possível encontrar uma infinidade de quebra-cabeças em lojas, lojas de brinquedos e, claro, na internet.

Curiosidades

O primeiro quebra-cabeça antigo encontrado é uma tabuinha datada da época dos babilônios, entre 3.000 e 4.000 anos atrás.

Muitos povos e civilizações mostraram, ao longo de sua história, diferentes formas de brincar em que tiveram que usar seu intelecto e habilidade para resolver enigmas, problemas, enigmas, montar figuras, cubos de cores ou números. Manuscritos em sânscrito e labirintos de tumbas egípcias são uma demonstração de quebra-cabeças.

.

Deixe um comentário

Observe que os comentários devem ser aprovados antes de serem publicados