Marte

Marte, o fascinante planeta vermelho, tem sido há séculos, uma das explorações mais interessantes e astronômicas. Uma das razões é que Marte é um planeta fácil de localizar sem a necessidade de telescópios profissionais.

Conhecido desde os tempos antigos, suas primeiras observações surgiram no antigo Egito antes do II milênio aC. C. . Desde então, não parou de ser explorado.

Este é o quarto planeta que encontramos orbitando no sistema solar e um dos menores, com um raio de 2.106 milhas. Marte tem 4,603 bilhões de anos. E ser o vizinho próximo da Terra e Júpiter.

Marte gira em torno de seu eixo em um período de 24,6 horas. Um dia em Marte é um pouco mais longo do que um dia na Terra. Da mesma forma, um ano no planeta vermelho é composto de 687 dias, que é cerca de duas vezes o tamanho de um ano terrestre.

O planeta é habitado por 2 luas, que foram nomeadas Phobos e Deimos. Eles foram objeto de muitas das explorações deste planeta.

Marte foi mostrado como um planeta frio, rochoso e de aparência desértica. Tem uma atmosfera bastante fina, composta quase inteiramente de dióxido de carbono CO2 e, em menor grau, nitrogênio e argônio.

Ao longo de sua vida, o Planeta Vermelho mostrou pouca variação. Eles o tornaram um cenário ideal para estudar a evolução do sistema solar. E até mesmo a formação da Terra, que, diferentemente de Marte, apresentou mudanças importantes ao longo de sua história.

Marte tem sido um planeta enigmático, mesmo depois de muitas explorações ainda há muitas perguntas a serem respondidas. Uma das principais questões que até hoje é objeto de controvérsia é a existência de água na atmosfera marciana. Em suma, não foi possível confirmar, e essa tem sido a principal limitação para o desenvolvimento da vida passada ou futura. Embora não haja confirmação oficial da presença de água na atmosfera marciana, muitas vezes se fala em suas linhas de inclinação recorrentes, o que pode ser um sinal de jatos de água salina fluindo ou fluindo na superfície. Essa teoria ainda pode ser objeto de disputa dentro da comunidade científica.

Desde suas primeiras observações em culturas antigas, até a astronomia moderna, uma série de explorações deste planeta foi organizada. O objetivo de conhecer entre outras coisas, suas qualidades e características, bem como a expectativa de vida. Este é considerado um daqueles com maior expectativa de vida depois da Terra.

Outra das razões convincentes pelas quais as explorações em Marte têm sido de grande relevância dentro do mundo astronômico. Pistas para a formação da Terra podem ser encontradas neste planeta. e essas indicações da formação da terra.

Missões ao Planeta Vermelho.

astronauta supuestamente paseando por Marte

A primeira missão a Marte foi em 1960, estaria a cargo da União Soviética. No entanto, a missão não foi concluída devido a uma falha no lançamento.

Não foi até 1964 que a primeira missão ao planeta vermelho foi alcançada. Esta missão foi realizada pela NASA Estados Unidos através da espaçonave Mariner 4. Que voou por Marte entre 14 e 15 de julho de 1965. Nesta missão, foi alcançada uma aproximação mais próxima de 9.846 km da superfície marciana.

Algumas das missões mais importantes para o planeta vermelho foram.

  • A missão Odyssey Lançada em 7 de abril de 2001. Tem um histórico importante de ser a maior espaçonave operacional em órbita ao redor de Marte.
  • Expresso de Marte. Lançado em 2 de junho de 2003, juntamente com a missão de aterrissagem Beagle 2, liderada pela Agência Espacial Européia. O objetivo desta missão era pesquisar a superfície de Marte usando câmeras de alta resolução, radares e espectrômetros. Eles conseguiram fazer descobertas importantes, como a descoberta de gelo de água e gelo de dióxido de carbono na calota de gelo do sul de Marte, juntamente com uma área de água líquida abaixo. Também conseguiu fornecer detalhes da composição química e elementar da superfície e atmosfera do planeta vermelho
  • Os rovers Spirit e Opportunity. Eles foram lançados separadamente no verão de 2003. Eles foram enviados com a expectativa de avaliar a superfície do planeta por 90 dias. No entanto, eles superaram em muito essas expectativas, pois o Spirit continuaria transmitindo até março de 2010. Oportunidade até junho de 2018 e graças a eles foi possível criar uma base científica para afirmar que Marte era um planeta mais úmido do que é hoje. .
  • Mars Reconnaissance Orbiter. Lançado em 12 de agosto de 2005, através do qual foram feitas descobertas de alto nível na superfície marciana.
  • Rover Curiosity. Equipado com uma ampla gama de instrumentos e câmeras. Sua principal missão é encontrar evidências microbianas capazes de demonstrar vida passada ou presente.
  • Mangalyaan (Missão Mars Orbiter). Equipado com um pequeno conjunto de instrumentos de pesquisa projetados para capturar dados atmosféricos. Esta foi uma das missões a Marte com menor impacto econômico.
  • A Missão da Atmosfera de Marte e Evolução Volátil (MAVEN). Uma missão enviada à atmosfera marciana para encontrar respostas sobre a deterioração da atmosfera e o desaparecimento da água em Marte.
  • ExoMars Trace Gas Orbiter. A primeira de uma série de missões conjuntas com o objetivo de compreender o metano e outros gases residuais que estão presentes na atmosfera do planeta e por meio dos quais a possível atividade biológica.

Estas são apenas algumas das missões mais importantes, para o planeta vermelho, e muitas que ainda estão na agenda que nos permitirão ter uma visão ampliada deste fascinante planeta.

.

Deixe um comentário

Observe que os comentários devem ser aprovados antes de serem publicados