O sistema solar

O sistema solar é um ponto de discussão desde a antiguidade, despertando grande curiosidade por suas características e pelos corpos celestes que compõem todo o universo. Portanto, deixe-nos saber um pouco mais sobre este tema maravilhoso neste artigo.

É um sistema formado por vários planetas, onde há também um conjunto de corpos celestes e objetos astronômicos que giram em torno do Sol, considerado a única estrela brilhante de todo o sistema solar onde a Terra está localizada.

Você pode ver um grande conjunto de estrelas, entre as quais a Terra se destaca. Sendo um total de oito estrelas que compõem um plano eclíptico, classificados em quatro planetas próximos e quatro planetas externos, cada um com características únicas e variáveis.

De acordo com estudos astronômicos e cosmológicos, eles destacam que outros sistemas solares podem existir em todo o universo, razão pela qual é considerado uma via láctea que engloba o universo.

O sistema solar destaca-se principalmente pela presença do sol encarregado de atrair os diferentes corpos celestes, poeira e matéria que possuem diferentes campos magnéticos à medida que giram em torno dele.

Desde os tempos antigos, os seres humanos têm muita curiosidade sobre os diferentes corpos celestes presentes no céu, as estrelas, a lua e o sol; Por isso, inventaram instrumentos como telescópios de alta exploração que permitem visualizar os diferentes elementos do universo.

Além disso, foram desenvolvidas tecnologias para trazer naves espaciais e descobrir alguns dos corpos celestes, principalmente a lua e os satélites, que colaboraram com o desenvolvimento das telecomunicações em todo o mundo.

Características do sistema solar

O sistema solar é composto por vários componentes que são classificados de acordo com sua proximidade com o sol, tais como: planetas anões, satélites e corpos menores como asteróides, cometas, centuriões e meteoritos. Destacando também a presença de vento solar, radiação e campos magnéticos.

Planetas do sistema solar

Os planetas são considerados corpos celestes compostos por diferentes elementos e localizados a diferentes distâncias. Eles estão girando em torno do sol junto com seus satélites e asteroides na mesma direção.

Eles são caracterizados por terem uma massa específica que o mantém estável na gravidade e também impede que qualquer outro planeta influencie sua órbita e colida um com o outro.

A classificação dos planetas foi centrada de acordo com sua proximidade com o sol, com dois grupos principais sendo os planetas internos por estarem na órbita interna do sol, que são Mercúrio, Vênus, Terra e Marte .

O segundo grupo corresponde aos da órbita externa do sol, correspondendo aos planetas mais distantes de sua órbita, como Júpiter, Saturno, Urano e Netuno. A seguir, conhecemos a descrição básica de cada um deles:

Mercúrio

É o planeta mais próximo do sol e o menor de todo o sistema solar. É composto por aproximadamente 70% de ferro, por isso é conhecido como planeta do ferro, além de outros componentes como hélio, cálcio, magnésio e oxigênio.

Vênus

É considerado um planeta com uma condição muito semelhante à da Terra, mas é composto principalmente de níquel e ferro. Além disso, é cercado por uma grande quantidade de gases tóxicos que circundam todo o planeta.

Considera-se que no passado chegou a possuir água e possivelmente no futuro terá condições de gerar matéria orgânica.

Terra

É um planeta com alta porcentagem de água, ecossistemas terrestres e sua atmosfera é feita de oxigênio Considera-se que ao longo do tempo foi um planeta que evoluiu em condições físico-químicas que permitiram que a vida se desenvolvesse e existisse várias espécies.

Outra de suas principais condições é que está cercada por uma camada de ozônio que a protege da radiação solar e continua a permitir a vida no planeta. Tem seu próprio satélite conhecido como lua e é composto de 70% de água líquida.

Marte

É popularmente conhecido como o planeta vermelho por ter essa cor em toda a sua superfície, isso é atribuído à sua composição de óxido de ferro.

Tem satélites conhecidos como Fobos e Deimos. Atualmente está em estudo devido à presença de água congelada sob sua superfície.

Júpiter

É considerado o maior planeta do sistema solar; caracteriza-se por ter uma composição gasosa principalmente de hidrogênio e hélio, considera-se inclusive que possuem hidrogênio líquido em sua condição interna e uma ótima condição rochosa.

Saturno

Corresponde a um planeta com uma variedade de anéis (sete no total), sua atmosfera é composta de hidrogênio e hélio, sua temperatura supera a do sol e tem uma composição rochosa com hidrogênio líquido.

Urano

É um planeta gasoso composto principalmente de gás metano e, em menor grau, hidrogênio e hélio. Tem uma atmosfera muito fria porque sua temperatura chega a -200 graus Celsius. Ele também tem anéis que não são tão distintos quanto os de Saturno.

Destaca-se que possui uma inclinação muito diferente devido a esses anéis, o que faz com que seus pólos assumam uma posição diferente em relação aos outros planetas.

Netuno

É o planeta mais distante do Sol, é também um dos planetas gasosos que tem a mesma composição dos anteriores com hidrogénio e hélio, mas também hidrocarbonetos. Devido a isso tem uma cor azul muito proeminente, tem temperaturas muito baixas, mas foi comprovado que seu núcleo gera calor no sistema.

Nas décadas antigas, considerava-se que havia 9 planetas no sistema solar, colocando Plutão por último, um pequeno corpo celeste considerado o mais distante de todo o Sistema Solar

Em meados do ano de 2006 e diversos estudos realizados, Plutão deixou de ser considerado um planeta, pois suas condições não correspondiam a um corpo celeste do sistema; considerando-se como uma lua ou um asteróide que deixou sua órbita alinhada no sistema solar.

Como se sabe, o sistema solar é um tema bastante discutido desde a antiguidade, despertando o interesse de muitos personagens simbólicos voltados para o estudo do universo.

.

Deixe um comentário

Observe que os comentários devem ser aprovados antes de serem publicados