Como avaliar o uso das TICs em sala de aula

Um dos desafios educacionais nos países desenvolvidos é como avaliar o uso das TIC em sala de aula. Mesmo na Espanha, as diferenças entre os vários centros de educação primária e secundária são evidentes.

Existem escolas e institutos onde todos os alunos têm seu laptop, usam livros digitais e possuem conexões avançadas de Internet, enquanto em outros a oferta não excede alguns computadores compartilhados.

Portanto, para conseguir uma harmonização da utilização das TIC entre os centros educativos, primeiro é necessário descobrir qual é o peso real destas em cada um deles. < /p>

Como avaliar o uso das TICs em sala de aula

Infelizmente, esse tipo de avaliação não é fácil de fazer. Vejamos as duas alternativas possíveis e suas desvantagens.

Avaliação subjetiva

Uma forma de avaliar, de forma superficial e imprecisa, o uso das TIC em sala de aula é realizar uma inspeção visual criteriosa das diversas dependências do centro acadêmico.

Se observarmos uma profusão de computadores e dispositivos multimídia, e observarmos outros detalhes significativos, como pontos de carregamento de dispositivos portáteis ou a existência de estações Wi-Fi, podemos ter uma ideia aproximada se um centro está progredindo adequadamente, ou não, na implementação das TIC.

Esse tipo de avaliação é fácil de realizar, mas também é subjetiva, parcial e incompleta: não nos permite saber exatamente o grau de implementação e uso das TIC e também não é útil para realizar comparações precisas entre diferentes escolas.

Avaliação objetiva

Portanto, é necessário utilizar um sistema de avaliação objetivo para ferramentas digitais educacionais, padronizado e mensurável por meio de parâmetros específicos.

Por isso não é por acaso que é a UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura) o órgão que desenvolveu um detalhado procedimento ao milímetro para realizar essas tarefas de avaliação da penetração tecnológica nas salas de aula.

O Manual de Medição das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) na educação

Vamos ver quais são as origens deste procedimento de avaliação objetiva da UNESCO:

Conforme indicado no preâmbulo do referido procedimento, durante a Cúpula Mundial sobre a Sociedade da Informação (CMSI), realizada em Genebra (2003) e Túnis (2005), foi acordada a criação da Aliança para Medição de TICs para o Desenvolvimento, cuja missão é produzir dados e indicadores comparáveis ​​que sirvam para monitorar os objetivos da WSIS.

Esta Aliança é composta pelo Eurostat, UIT, OCDE, UNCTAD, DESA, Instituto de Estatística da UNESCO (UIS), Comissões Regionais das Nações Unidas (CEPAL, ESCWA, ESCAP e ECA) e Banco Mundial.< /p>

Conserte na ata que gostamos de sopas de letrinhas e que extraímos, textualmente, da introdução do preâmbulo mencionado.

Siglas à parte, o fato é que um dos trabalhos desenvolvidos pela ICT Measurement Alliance é o seu próprio Manual da UNESCO.

O manual foi concebido para ser usado universalmente, permitindo assim fazer uma comparação 100% objetiva entre os diferentes centros educativos, independentemente do país a que pertencem e dos métodos pedagógicos que utilizam usar.

Como presumimos ser prático, não vamos desgastar nosso teclado incluindo em nosso artigo uma lista que fica mais de um dia sem comer.Assim, nos limitaremos a apresentar um pequeno resumo dos indicadores objetivos mais significativos mencionados no Manual da Unesco:

  • Proporção de computadores por aluno
  • Proporção de outros dispositivos eletrônicos por aluno
  • Proporção de dispositivos eletrônicos compartilhados
  • Presença de quadros brancos digitais ou outros dispositivos multimídia por sala de aula
  • Número e qualidade de conexões de internet por sala de aula
  • Porcentagem de disciplinas em que o aprendizado é realizado exclusivamente por meio das TIC
  • Porcentagem de disciplinas nas quais as metodologias de TIC são usadas, parcial ou totalmente
  • Porcentagem de uso de livros virtuais
  • Percentual de escopo de tarefas extracurriculares que são realizadas usando TIC
  • Percentual de peso de exames ou outros testes de avaliação realizados e pontuados usando um sistema de TIC
  • Número de horas de ensino em que o aluno trabalha usando TIC

Os interessados ​​em se aprofundar no assunto podem baixar o manual completo no site oficial da UNESCO, em formato PDF

Seu título literal é o seguinte: Manual de Medição de Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) na educação.

Este é um guia muito completo de 139 páginas que descreve, de capa a capa, como avaliar o uso das TICs em sala de aula. Mas também tem suas desvantagens: se os professores problemáticos forem encarregados de realizar essa avaliação de TIC, eles terão que parar de ministrar suas aulas, pois precisarão 24 horas por dia para coletar as centenas de dados necessários.

.

Deixe um comentário

Observe que os comentários devem ser aprovados antes de serem publicados