5 de novembro de 1929, assistente médico Werner Forssmann

Neste dia (5 de novembro de 1929, o médico assistente Werner Forssmann (25) publicou um artigo na revista Klinische Wochenschrift sobre a cateterização da parte direita do coração.
Werner Forssmann nasceu em 29 de agosto de 1904 em Berlim, Alemanha. Estudou medicina na Universidade de Berlim onde se formou em 1929.
Ele tentou sua técnica de cauterização do coração em si mesmo. Se cuenta que ignorando a su jefe de Departamento y persuadiendo a la enfermera Gerda Ditzen de la sala de operaciones llevando los suplementos estériles para que lo asistiera y ella estuvo de acuerdo pero solo con la promesa de que él lo haría con ella en lugar de con o mesmo. No entanto, Forssmann a enganou prendendo-a na mesa de operação e fingindo anestesiá-lo localmente e cortar seu braço para que ele pudesse fazer isso sozinho. Ele anestesiou o antebraço na região ulnar inserindo um cateter urinário na veia antecubital e enfiando-o parcialmente antes de liberar Ditzen (que neste momento percebeu que o cateter não estava em seu braço) e disse-lhe para ligar para o departamento de Rx. Eles caminharam uma certa distância até o departamento de Rx no andar de baixo, onde sob orientação do fluoroscópio o cateter de 60 cm foi avançado na cavidade ventricular direita. Isso foi registrado em filme de raios X mostrando o cateter no átrio direito.
Ele foi médico de campo na Segunda Guerra Mundial como membro do Partido Nazista. Ele foi capturado em 1945 e internado em um campo de prisioneiros americano. Enquanto esteve confinado no campo, seus documentos foram lidos por André Frédéric Cournand (médico e fisiologista francês) e Dickinson W. Richards (médico e fisiologista americano), desenvolvendo a técnica nas formas de aplicação no diagnóstico e pesquisa da doença . frequência cardíaca.
Em 1956, recebeu, juntamente com André Cournand e Dickinson W. Richards, o Prêmio Nobel de Fisiologia e Medicina por seus trabalhos nas técnicas de cauterização cardíaca.
-------------------------------------------- ------------
- Artigo interessante
- obrigado, mas preciso de ajuda
- para quê?
- Preciso de um voluntário para replicar testes
- parece bom para mim
- você quer ser meu voluntário?
- Não consigo
- por que não?
- não, eu não tenho coração
- como?
- olha, olha, olha como eu mato formigas por prazer.... hahahaha... morrem formigas
- que cruel
- é porque eu não tenho coração
- uau, você me convenceu, vou encontrar outro voluntário
- vai ser o melhor... hahahaha... morram formigas!!!... hahahaha...

Deixe um comentário

Observe que os comentários devem ser aprovados antes de serem publicados