4 de janeiro de 1809, nascido em Paris, Louis Braille

Neste dia (4 de janeiro de 1809, Louis Braille nasceu em Paris (França).
Há muito tempo os cegos têm seu futuro profissional pré-determinado na área de artesanato como a fabricação de cestos e escovas. E é que não havia código que lhes permitisse ler e escrever.
Louis Braille sofreu um acidente aos 3 anos com um soco da oficina de seu pai em um olho que afetou o outro também e o fez ficar cego aos 5 anos. Ele pôde ir para a escola da aldeia, onde aprendeu o alfabeto e a tabuada, embora não tivesse ideia de como seriam as letras e os números.
Valentin Haüy nasceu em 1745 e foi um dos primeiros a se interessar pela integração sociocultural dos cegos. Ele fundou a primeira escola para cegos em Paris, a semente do "Institut national des jeunes aveugles" (Instituto Nacional para jovens cegos). Desenvolveu os primeiros materiais de leitura para cegos e dedicou-se a promover a sua inserção no trabalho.
Louis Braille pôde frequentar a escola fundada por Valentin Hauy. Nela, aprendeu o sistema Hauy que consistia em gravar as letras em uma folha grossa com um punção e assim poder ler em relevo. A biblioteca inicial da escola tinha uma dúzia de livros que Louis devorava.
Charles Barbier (nascido em 1767, soldado e aventureiro francês obcecado por linguagens codificadas) apareceu na escola para cegos para apresentar seu sistema codificado que permitia que seus soldados lessem mensagens mesmo nas escuro. O sistema consistia em pontos em relevo dispostos em 6 linhas e 2 colunas que representavam sons da língua francesa. Esse sistema de 12 pontos era difícil para os alunos distinguirem com as pontas dos dedos.
Louis Braille queria melhorar, aos 14 anos, o sistema de Barbier a partir de um dado que seu pai fez para ele onde os números eram representados com pontos em relevo com no máximo 6 pontos , fácil de detectá-lo com a ponta dos dedos. Louis vem trabalhando em seu sistema há 2 anos.
Louis Braille inventou, graças a seu pai, uma ferramenta para poder escrever braille para cegos. Este sistema e suas invenções foram rapidamente aceitos pelo diretor de sua escola que tentou torná-lo conhecido. Pouco a pouco foi implantado em toda a França e depois no mundo.
Como curiosidade mencionar que o livro O Senhor dos Anéis escrito no sistema Braille ocupa um total de 15 volumes.
-------------------------------------------- ---------------------------------------------
- filho! filho! Veja! olha!
- pai engraçado, sou cego
- Estou nervoso... quero dizer, brincar!
- o que você quer que eu toque?
- este livro
- Só noto pontos em uma folha de papel
- bem, como me disseram, este é um novo sistema de leitura para cegos
- como?
- o que você ouve
- parece mágica
- bem, não, é tecnologia
- que emocionante
- Então, você sabe o que está fazendo agora?
- o quê?
- estude! estude muito!
- mecatxis!

Deixe um comentário

Observe que os comentários devem ser aprovados antes de serem publicados