27 de dezembro de 1831, do porto de Devonport, o brigue de dez canhões "Beagle" zarpa.

Neste dia (27 de dezembro de 1831, o brigue de dez canhões "Beagle" zarpa do porto de Devonport, Reino Unido.
Esta é a segunda viagem do HMS Beagle. A primeira viagem foi para pesquisar as costas meridionais da América do Sul. Nesta viagem, Robert Fitz-Roy foi nomeado capitão do HMS Beagle.
Na segunda viagem, para HMS Beagle comandado pelo capitão Robert Fitz-Roy, ele foi contratado para passar vários anos mapeando e pesquisando a América do Sul para produzir cartas náuticas precisas.
Por outro lado, Darwin foi forçado por seu pai a entrar em Cambridge e estudar teologia (depois de não conseguir forçá-lo a se tornar médico). Em Cambridge Darwin conheceu muitos teólogos naturalistas, o que era uma de suas paixões; o estudo de plantas e animais. Assim que se formou, recebeu uma carta de seu professor de botânica Cambridge recomendando-lhe que acompanhasse o capitão Robert Fitz-Roy em sua viagem no HMS BEagle.
E é que o capitão Robert Fitz-Roy havia observado em suas viagens anteriores que a companhia de um cientista era necessária (especialmente um cientista natural), mas não conseguiu encontrá-la. Assim, a necessidade de Robert Fitz-Roy se encontrou com a necessidade de Darwin de se dedicar mais às ciências naturais.
Então Darwin navegou como cientista no HMS Beagle e passou cinco anos estudando a natureza, coletando espécies e escrevendo notas e teorias. Durantedurante esta viagem ele desenvolverá sua famosa teoria da evolução que, ao retornar em 1836, moldará até 1859 quando sua obra-prima vê a luz: "A origem das espécies ".
Se tem vontade de recordar esta fantástica viagem, pode comprar um modelo do HMS Beagle e dar asas à imaginação;
-------------------------------------------- ------------------------------
- com "dez armas por gangue..."
- O que você está fazendo Sr. Darwin?
- Estou recitando a "canção do pirata" de Espronceda
- quem é esse?
- um poeta
- por quê?
- É que subi nesse bergantim com dez canhões e caí em cima
- Bem, quando partirmos, o que você vai fazer?
- Vou usar uma perna de pau e um tapa-olho
- é melhor descansar, a viagem será longa
- deixe-me sonhar um pouco
- ok...
- "Com dez armas por gangue,
na popa a toda vela,
não corta o mar, mas voa
um veleiro bergantim;
o navio pirata que eles chamam,
por sua bravura, o Temido,
em todos os mares conhecidos
de uma para outra borda....
....
.....
"

Deixe um comentário

Observe que os comentários devem ser aprovados antes de serem publicados