William Henry Perkin nasceu em 12 de março de 1838, era químico, conhecido pelo desenvolvimento dos primeiros corantes sintéticos e pioneiro da indústria química.

Neste dia (12 de março de 1838, nasceu William Henry Perkin, químico, conhecido pelo desenvolvimento dos primeiros corantes sintéticos e pioneiro da indústria química.
William Henry Perkin quando criança sempre teve uma curiosidade inata que o levou a se interessar por vários ramos; engenharia, fotografia, ciências e artes. No entanto, quando ele entrou na London School aos 14 anos, seu professor Thomas Hall o encorajou a seguir a carreira de química.
Junto com seu professor, Hall assistiu a palestras de Michael Faraday que alimentaram sua curiosidade científica. Aos 15 anos, ingressou no Royal College of Chemistry. Nesta escola, Perkin pôde estudar com o ilustre químico August Wilhelm von Hofmann de quem se tornou assistente.
Hofmann estava tentando sintetizar quinina para tratar a malária nas colônias inglesas. Hofmann pediu a Perkins que se concentrasse na tentativa de sintetizar a quinina. Perkins não só trabalhou na Faculdade de Química, mas também montou um laboratório em sua casa.
Durante as férias da Páscoa de 1856, Perkin realizou experimentos que não produziam quinina, mas uma espécie de alcatrão escuro. Normalmente, qualquer produto químico joga fora esse resíduo, mas Perkin percebeu que a cor era persistente e pensou que poderia ser um corante. Refinando os experimentos, ele encontrou o primeiro corante sintético: a malva ou malva de Perkin.
Nesse mesmo ano (1856), Pêrkins obteve a patente para fabricar o corante. Em 1857 ele estabeleceu uma fábrica de corantes sintéticos localizada perto de Harrow. Com apenas 18 anos, Perkins iniciou uma carreira científica e comercial de sucesso que o tornou conhecido na Inglaterra e imensamente rico.
Como curiosidade comentar que a pesquisa de Perkins influenciou não só a indústria têxtil, mas também outras indústrias como alimentícia, perfumaria e medicina.
-------------------------------------------- - -------------------------------------------------- - -
- filho!
- mãe
- FILHO!
- pai?
- SONOOO!
- sim? olá?
- o que aconteceu aqui?
- Eu estava fazendo experimentos e acho que descobri um corante sintético
- mas, mas... tem até tinta nas paredes!
- ok mamãe
- e não pode ser removido!
- sim papai
- e o que fazemos?
- é ciência... tudo pela ciência!
- isso não é ciência!
- por que não?
- isso é besteira!
- mas uma porcaria científica
- limpe!

Deixe um comentário

Observe que os comentários devem ser aprovados antes de serem publicados