História Natural

História natural é um termo usado desde a antiguidade clássica, que se refere ao conjunto de disciplinas que envolve organismos como fungos, animais, plantas e seu habitat natural; entre essas disciplinas estão botânica, zoologia, entre outras. Embora a história natural englobe a pesquisa científica, não se limita apenas a ela; na verdade, envolve o estudo sistemático de organismos naturais.

Etimologia

O termo «história natural» vem, por um lado, do grego ἱστορία (história), que pode ser traduzido como «pesquisa» ou o conhecimento adquirido por ela. Por outro lado, a palavra "Natura" vem do latim, que significa "da natureza ou relacionada a ela". Ou seja, podemos entender o termo História Natural como «Investigação da natureza ou do que a ela se relaciona».

Diferenças entre história natural e ciências naturais

Até o século XIX, o termo "história natural" era frequentemente usado para se referir aos estudos científicos em geral, enquanto, ao contrário, os termos história política ou eclesiástica eram usados ​​para se referir a esses outros ramos do pensamento.

Até o século XIX, a História Natural era uma ciência descritiva, e não experimental em si mesma, sendo usada para nomear todos os ramos do conhecimento que tinham a ver com a ciência. Mas com a chegada da fragmentação dos ramos do conhecimento no século XIX, e a posterior especialização dos indivíduos em cada um desses ramos, o uso do termo sofreu modificações e acabou se tornando um pouco mais ambíguo. Assim, hoje, enquanto "História Natural" se refere à conservação de espécies e amostras que vêm do mundo natural; Ao referir-se a «Ciências Naturais», aborda-se um leque mais alargado de ciências, que pode não se referir necessariamente a entidades não colecionáveis, como as estrelas.

Por outro lado, também devemos levar em conta que a história é concebida como o passado, seja o passado da humanidade como um passado em que a humanidade não estava presente, que ainda assim pode ser observada e a partir do qual as amostras podem ser obtidas.

O papel dos naturalistas

Naturalista (do latim naturalis e do sufixo –ista), foi um termo que surgiu em meados do século XVI, que veio para designar a pessoas interessadas em história natural.

No entanto, o papel do naturalista como o conhecemos hoje não existia, pois os interessados ​​em história natural eram bastante amadores; isto é, eles não eram cientistas especializados. Esse termo também passou a se referir àqueles que coletavam espécimes, por conta própria ou como parte de uma expedição científica, como é o caso de Charles Darwin ou Alexander Von Humboldt.

Ao longo do século XIX, colecionadores amadores, assim como certos empresários, tiveram papel determinante na criação das grandes coleções de História Natural, bem como na criação de importantes museus de História Natural, como os Estados Unidos Museu Nacional de História Natural.


Deixe um comentário

Observe que os comentários devem ser aprovados antes de serem publicados